Dossiê 50

Dossiê 50Dossiê 50 é fruto de uma grande reportagem do jornalista Geneton Moraes Neto. Intrigado sobre os reais motivos da perda da Copa do Mundo de 1950, Geneton foi atrás, ainda na década de 1980, de todos os jogadores brasileiros que estiveram em campo em 16 de julho de 1950, dia da final contra o Uruguai.

O resultado são relatos pungentes não só do que aconteceu no gramado, mas também de episódios posteriores que marcaram as vidas de todos esses personagens.

O livro traz também uma entrevista inédita com o ponta direita Ghiggia, autor do gol da vitória uruguaia.

O livro é um documento essencial para se entender os erros do passado e, sendo assim, não repeti-los. Além disso, é um retrato comovente de uma geração de craques que sofreu com a maior derrota do futebol brasileiro.

O autor

Geneton Moraes Neto iniciou sua carreira como repórter do Diário de Pernambuco, em 1972. Entre 1975 e 1980, foi repórter da sucursal Nordeste do jornal O Estado de S.Paulo; após, trabalhou na TV Globo Nordeste como repórter e editor até transferir-se para a TV Globo Rio de Janeiro em 1985.

Na emissora, foi editor do Jornal da Globo e do Jornal Nacional, correspondente da GloboNews e do jornal O Globo na Inglaterra, além de repórter e editor-chefe do programa dominical Fantástico. Ganhou o Prêmio Embratel de telejornalismo de 2010 com as entrevistas com os generais Newton Cruz e Leônidas Pires Gonçalves, exibidas no programa Dossiê GloboNews.

Em 16 de julho de 2016, Geneton foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um aneurisma da aorta. Morreu em 22 de agosto, após não resistir a complicações da doença

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *