Punho cerrado – a história do Rei

Punho cerrado - a história do ReiReinaldo inspirou uma geração inteira de torcedores. Com seus dribles curtos e gols improváveis, foi estrela de primeira grandeza do futebol mundial – como Maradona, Zico, Romário, Ronaldinho. “Se não fossem seus problemas físicos”, disse Pelé, “seria capaz de me superar”. Fora de campo, o Rei lia os livros emprestados por um vizinho cujo filho, Frei Betto, fora preso pela Ditadura. Assim tomou consciência do que se passava durante os anos de chumbo. Amigo dos artistas e ativistas políticos, mal quisto pelos militares, celebrava seus gols com o punho cerrado da resistência, mesmo nas barbas dos generais.

A história de Reinaldo, aqui relatada como nunca antes, é feita de glórias, dramas e injustiças. Desfilam por ela craques inesquecíveis, cartolas lendários, múltiplos campeões, mas também os beques sanguinários e os juízes ladrões. Apesar de filho do Rei, Philipe Van R. Lima não nos poupa de nenhum mínimo detalhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *